Publicações

ACESSIBILIDADE NA PRÁTICA!


Em meus cartões além da tinta há também o Braille.

O Braille é um processo de escrita em relevo para leitura tátil, inventado pelo francês Louis Braille (1809 - 1852). Amplamente utilizado pelos deficientes visuais de todo o mundo para terem acesso à escrita e leitura através do tato.

Como psicóloga resolvi me dedicar ao aprendizado do Braille visando a adequação do material psicoterapêutico aos meus pacientes. 
Além do Braille, também busquei o aprendizado de LIBRAS (Língua Brasileira de Sinais) para o atendimento dos deficientes auditivos.

O símbolo de ambos estão presentes no verso do meu cartão.

Nem passivo, nem agressivo... ASSERTIVO!

Vamos falar sobre assertividade?

 

"É uma das classes das habilidades sociais considerada mais relevante e que não se refere apenas à classe de resposta ou tipo de comportamento, envolve vários outros componentes que se relacionam com a capacidade de expressão adequada de sentimentos, confrontar/expor sentimentos, pedir mudanças de comportamento e lidar com críticas." (Simeão, Shirley, 2016).

 

Ou seja, está relacionada a fazer o que gostaria, mas sem deixar de respeitar o outro envolvido na situação é ter um desempenho considerado adequado, sendo assim avaliado como COMPETENTE SOCIALMENTE.

A psicoterapia pode te auxiliar a alcançar a assertividade em sua vida.

Agende seu horário, atendimento presencial, online e homecare.

Sugestão para leitura: Simeão, Shirley. Assertividade na adolescência: Expressando desagrado e recusando pedidos. Novo Hamburgo: Sinopsys: 2016.

Pânico!

A síndrome ou transtorno do pânico é uma doença que apresenta início repentino, inesperado e de certa forma inexplicável de crises de ansiedade aguda marcadas por muito medo e desespero, associadas a muitos sintomas físicos e emocionais aterrorizantes.

 

O ataque de pânico atingem sua intensidade máxima em até dez minutos, ou seja, é em geral de curta duração e a pessoa experimenta a nítida sensação de que vai morrer, ou de que perdeu o controle sobre si mesma e vai enlouquecer.

 

O transtorno de pânico é mais comum em mulheres, a partir de uma vulnerabilidade genética somado a fatores ambientais. Há grande comorbidade com depressão e transtorno de ansiedade generalizada.

 

O tratamento ideal é com base no tripé: Medicação, psicoterapia e atividade física.

 

Como proceder na crise?

- Peça para respirar lentamente

- Aumente a ventilação local

- Afirme que a crise irá passar em alguns minutos

- Afirme para o indivíduo que o mesmo não vai morrer

- Mude o foco de pensamento dele, distração.

 

Já passou por isso ou conhece alguém?

Não deixe de buscar auxílio especializado!

Atendimento presencial, online e home care.

Inayara Riether
Psicóloga Clínica CRP 02/20546
(81) 982 504 712

O que é avaliação psicológica?

A avaliação psicológica é compreendida como um amplo processo de investigação, no qual se conhece o avaliado e sua demanda, com o intuito de programar a tomada de decisão mais apropriada do psicólogo. Mais especialmente, a avaliação psicológica refere-se à coleta e interpretação de dados, obtidos por meio de um conjunto de procedimentos confiáveis, entendidos como aqueles reconhecidos pela ciência psicológica.

Atualmente a avaliação psicológica no Brasil é definida pela Lei 4119/62 que regulamenta a profissão do psicólogo, como função privativa dessa categoria. Isso quer dizer que nenhum outro profissional pode realizar uma avaliação psicológica. Além disso, também é restrito ao profissional psicólogo a compra, guarda e o sigilo, tanto dos materiais utilizados quanto dos documentos e resultados gerados a partir do processo.

Inayara Riether
Psicóloga Clínica
CRP 02/20546

Inabilidade Social

As consequências da inabilidade social (por passividade ou agressividade) são:

- O envolvimento em situações desagradáveis.

- A perda de oportunidades.

- Um intenso sofrimento vivenciado cada vez que queira dizer/fazer diferente.

- Sentir-se mal consigo mesmo.

- Ansiedade.

- Dificuldades de relacionamento.

- Dificuldades de interação.

- Preocupação com a reação dos interlocutores.

- Dificuldades no ambiente de trabalho/escolar.

 

Já passou por isso? Eu posso te ajudar!

Inayara Riether
Psicóloga Clínica
CRP 02/20546

Avaliação Psicológica - Cirurgia Bariátrica

A cirurgia bariátrica é uma cirurgia de grande porte e como tal irá interferir na qualidade de vida quanto aos aspectos físicos, psíquicos e sociais, diante disso a avaliação psicológica faz-se tão necessária.

A avaliação psicológica pré-operatória é um processo psicodiagnóstico que visa assegurar que o paciente, naquele momento, encontra-se em bom estado de saúde mental, favorecendo sua participação ativa no período pós-operatório.

Durante as sessões de avaliação também são realizadas um preparo psicoeducativo, cujo objetivo é que o paciente obtenha o máximo de conhecimento a respeito das orientações que deverão ser seguidas após a cirurgia e otimizar os resultados por toda a vida.

Quer saber mais? Está se preparando para a cirurgia?

Inayara Riether
Psicóloga Clínica
CRP 02/20546

Sim? Não?

Você já parou pra pensar sobre a dificuldade que algumas pessoas têm em dizer SIM / NÃO?

Esse dificuldade atrapalha vários aspectos da vida, podendo gerar comportamentos de risco e situações de sofrimento, que podem ter repercussão na saúde mental e física.

Mas, quando dizer sim? E como dizer não?

É importante avaliar a resposta a longo prazo, como vai se sentir aceitando ou negando algo, e principalmente imagine-se na situação em que você disse sim/não após algum tempo. Bem como as vantagens e desvantagens da resposta.

E sem esquecer que em um momento ou em outro o SIM e o NÃO vão fazer parte das nossas histórias.

Inayara Riether

Psicóloga Clínica

CRP 02/20546

Tricotilomania

Transtorno psicológico de comportamento obsessivo, em que os pacientes arrancam os fios de cabelo do próprio corpo.        


Esses fios podem ser  de qualquer área do corpo tais como cílios, sobrancelhas, barba, axilas, abdômen e pelos pubianos. No entanto, é mais comum que os pacientes puxem os fios do couro cabeludo.

A causa da doença ainda é incerta, mas, normalmente, está associada a quadros de ansiedade, depressão, TOC, traumas ou histórico familiar.


É mais comum em mulheres e se manifesta com maior frequência durante o início da adolescência.

 

HÁ TRATAMENTO! Conte comigo!

Inayara Riether
Psicóloga Clínica
CRP 02/20546

7 tipos principais de Transtorno de Ansiedade

Na quinta edição do Manual diagnóstico e estatístico de transtornos mentais (APA, 2014), são descritos sete tipos principais de transtornos de ansiedade: transtorno de ansiedade de separação, mutismo seletivo, fobia específica, transtorno de ansiedade social (fobia social), transtorno de pânico, agorafobia e transtorno de ansiedade generalizada.

 

Todos compartilham características de ansiedade e medo excessivos, além de uma alteração comportamental relacionada.

 

As características essenciais que os diferenciam são: (1) o tipo de objeto/situação que induz à ansiedade, ao medo, ou ao comportamento evitativo, e (2) a ideia cognitiva associada a tal objeto ou situação.

Inayara Riether

Psicóloga Clínica

CRP 02/20546

Av. João de Barros, 728 - Boa Vista

Rua Jornalista Paulo Bittencourt, 155 - Derby

Av. Eng. Domingos Ferreira, 4371 - Boa Viagem

Recife - PE

 

@psi.riether

www.inayarariether.com

 

(81) 982 504 712

  • Preto Ícone Instagram
  • Black Facebook Icon

© 2018